Curitiba: construção e desconstrução de um mito

Título: Curitiba: Construção e Desconstrução de um mito
Autora: Rosa Moura
Apresentação: A história do planejamento de Curitiba confunde-se com a construção da imagem de Curitiba como “cidade-modelo”. O contexto desenvolvimentista brasileiro, articulações políticas favoráveis e estratégias de marketing urbano promoveram e consolidaram intervenções decorrentes da implementação do planejamento concebido para uma cidade ainda em estruturação.

Passados 40 anos, que resulta desse modelo? A imagem atribuída à cidade teria de fato afirmado ações urbanísticas “inovadoras”, “modernas”, “eficazes” e “ambientalmente corretas”? O imaginário coletivo segue sem críticas às decisões decorrentes de seu corpo de gestores?

Este artigo busca historiar a construção do mito de “cidade modelo”, sua consolidação ao longo de quase três décadas e, na virada do século, o desafio de colocar-se ante à transformação metropolitana que se apropria da cidade planejada.

Nessa leitura, o Plano Diretor é o foco, dado que foi o principal instrumento simbólico da

construção do mito. É, também e ao mesmo tempo, motivo da indagação principal: que restou de um Plano, representativo da cidade e da sociedade de então, mas desconhecido da metrópole de hoje?

Arquivado em Pesquisas acadêmicas com as tags , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial