Brasil envenenado

Sem títuloO Brasil, um dos países mais biodiversos do planeta, vem sendo sistematicamente envenenado pelo agronegócio, que despeja, por ano, só no país, cerca de UM BILHÃO de litros/toneladas de agrotóxicos no meio ambiente.

As conseqüências para a saúde humana e para o meio ambiente são  assustadoras. Estudos realizados por cientistas independentes relacionam o aumento da incidência de câncer, alergias, intoxicações, casos de depressão e suicídio e de má formação de fetos à exposição e consumo de agrotóxicos. Além destes, outros diversos estudos apontam efeitos nocivos do uso de agrotóxicos ao meio ambiente, como a contaminação da água e perda da biodiversidade aquática, extinção de algumas espécies de abelhas, entre outros.

As áreas nas quais se concentram os cultivos de soja e milho, campeãs no consumo de agrotóxicos no Brasil, coincidem com as dos maiores aqüíferos do país. Pesquisas recentes realizadas por pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária revelam a ocorrência da contaminação da água por agrotóxicos em diversos estados brasileiros. Os estudos apontam a concentração de agrotóxicos acima dos valores permitidos e a presença de substâncias proibidas no país nas amostras analisadas.

Neste sentido, a Terra de Direitos elaborou um material sobre a situação do país no uso de agrotóxicos, apresentado em eventos internacionais, como a Convenção da Diversidade Biológica. Confira:

>> Biodiversidade Brasileira Envenenada

Arquivado em Publicações
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar