Linhas de atuação

Milícias Privadas no PR e a prisão do Tenente Coronel Copetti Neves

A prisão do Tenente Coronel Copetti Neves, nesta semana, e a comprovação de seu envolvimento na perseguição profissional aos movimentos de luta pela terra no Estado do Paraná são fatos simbólicos, mas não isolados.A utilização de milícias privadas por fazendeiros no Paraná e a impunidade das ações praticadas por essas milícias tornaram o Estado conhecido internacionalmente pelo histórico de violência contra os trabalhadores rurais sem-terra. Em ações de pistoleiros contratados por fazendeiros, foram assassinados os trabalhadores rurais Sebastião Camargo Filho (1998), Sebastião da Maia (1999), Sétimo Garibaldi (1998), Eduardo Anghinoni (1999), Anarolino Vial e Paulo Sérgio Brasil (2003) e Elias de Meura (2004). Read more on Milícias Privadas no PR e a prisão do Tenente Coronel Copetti Neves…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Prisão prova existência de milícia na PM, diz ONG

O coordenador da ONG (organização não-governamental) Terra de Direitos, Darci Frigo, que atua na assessoria jurídica aos sem-terra no Paraná, disse ontem que a prisão do tenente-coronel Waldir Copetti Neves serviu para confirmar “as evidências de que existia um grupo paramilitar dentro da polícia do Paraná”.Frigo disse que há anos o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e entidades de defesas dos direitos humanos denunciam a existência de milícias armadas, formadas por policiais militares, de apoio ao latifúndio no Estado. Read more on Prisão prova existência de milícia na PM, diz ONG…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Oficial da PM é preso acusado de incitar a violência no campo

A Polícia Federal (PF) prendeu ontem o tenente-coronel da Polícia Militar, Waldir Copetti Neves, e mais cinco policiais militares, sendo três ex-integrantes do grupo Águia (serviço de inteligência da PM), acusados de formar milícias armadas para proteger fazendas em áreas de conflito no estado. Outros dois trabalhadores sem-terra foram detidos na “Operação Março Branco”. As prisões ocorreram em Curitiba, Ponta Grossa e Cascavel, através de mandados emitidos pela Justiça Federal de Ponta Grossa. Os presos são o ex-policial militar Adair João Sbardella, os militares da reserva Ricardo José Derbes, José Valdomiro Maciel, João Della Torres Neto e Nereu Pachoal Moreira, além dos sem-terra Silvana Araújo de Almeida e Carlos Ney Ferreira.O grupo é suspeito de formação de quadrilha, tráfico internacional de armas e violação de direitos humanos. Segundo investigações da PF, feitas em conjunto com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) e os serviços de inteligência das polícias Civil e Militar, a suposta quadrilha que seria comandada por Neves é bem maior (outras prisões podem ser decretadas) e estaria envolvida em mais crimes. Financiadas por ruralistas, as milícias atuavam em todo o Paraná e chegaram a se infiltrar no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Read more on Oficial da PM é preso acusado de incitar a violência no campo…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Transgênicos/Argentina: Brasil estudará pedido envolvendo Monsanto

Buenos Aires, 5 – O governo brasileiro vai estudar um pedido da Argentina para limitar os métodos pelos quais a norte-americana Monsanto pode arrecadar royalties sobre a venda de sementes geneticamente modificadas de soja. A informação é da agência Dow Jones.As sementes, da variedade Roundup Ready, são usadas por produtores da Argentina, do sul do Brasil e no Paraguai. A Monsanto tem tido problemas para cobrar os royalties nos três países, mas acordo para a cobrança dos royalties no Brasil, onde detém a patente do produto no Brasil. A empresa não tem a patente na Argentina. Para assegurar que os royalties sejam pagos pelos argentinos, a Monsanto sugeriu que os produtores paguem uma taxa sobre as sementes quando o grão for exportado. Mas o secretário de Agricultura, Miguel Campos rejeitou a proposta. Read more on Transgênicos/Argentina: Brasil estudará pedido envolvendo Monsanto…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Pré-conferência Metropolitana das Cidades

O Observatório de Políticas Publicas do Paraná, articulação de entidades e movimentos sociais que monitora e procede ao controle social de políticas publicas referentes à construção do direito a cidade, convida os representantes de organizações da civil organizada e demais representantes públicos para a Pré-conferência Metropolitana das Cidades, de iniciativa da sociedade civil, que será realizada no dia 24 de abril de 2005, na cidade de Curitiba, em local a ser confirmado.A Pré-Conferência Metropolitana é uma meio de reunir os municípios de uma região, que embora autônomos, são, de fato, partes de uma única grande cidade. Nesse conjunto, cada município adquire um papel específico, contribuindo para o desenvolvimento do espaço como um todo: uns geram riquezas, outros preservam o ambiente, outros são lar e dormitório de trabalhadores, etc. Para que cada localidade cumpra suas funções de maneira harmônica com as demais, é preciso consonância entre os municípios no que concerne ao planejamento, assim como articulação para garantir a eficácia das políticas públicas. Read more on Pré-conferência Metropolitana das Cidades…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Sem-teto em Goiânia vão para acampamento provisório

Os cerca de 1.500 sem-teto que estão abrigados há 44 dias em dois ginásios de esporte em Goiânia devem ser transferidos dentro de uma semana para um acampamento provisório, em uma área da prefeitura. Nesta quinta-feira, eles escolheram uma das duas áreas indicadas pela prefeitura e pelo Estado para abrigar as famílias.No local, serão montadas barracas de lona e caibros. A água será fornecida pela prefeitura com caminhões-pipa, e o Estado fará o fornecimento de energia elétrica, banheiros e segurança. Os sem-teto estão desabrigados desde a operação de reintegração de posse em uma área particular que havia sido invadida em 2004. Na operação, houve resistência dos moradores e dois sem-teto morreram. Policiais militares e moradores da área ficaram feridos. Read more on Sem-teto em Goiânia vão para acampamento provisório…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Carta protesto contra prisões em SC

A Terra de Direitos, organização civil que atua pelos Direitos Humanos, e o Movimento dos Atingidos por Barragens vêm manifestar sua preocupação com a orientação dos órgãos públicos de segurança e com a conduta do próprio Ministério Público e do Poder Judiciário do Estado de Santa Catarina, que criminalizaram movimento popular e protestos sociais, violando a liberdade de manifestação e a livre expressão do pensamento, ao ferir o princípio constitucional da presunção de inocência e da fundamentação das decisões judiciais.Em operação ocorrida na manhã do sábado dia 12 de março de 2005 policiais militares, numa declarada repressão política para impedir manifestação pública programada pelo Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) por ocasião do “Dia Internacional de Luta Contra as Barragens”, 14 de março, realizaram a prisão de cinco pequenos agricultores ligados ao Movimento e a apreensão de dezesseis veículos e quatro antigas garruchas de caça, uma das quais inutilizada há tempos. Read more on Carta protesto contra prisões em SC…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça

Terra de Direitos acompanha ações em Anapu (PA)

A região de Anapu é marcada por graves violações aos direitos humanos, sendo palco de diversas ameaças e agressões contra trabalhadores, lideranças sindicais e religiosas. No dia 12 de fevereiro de 2005, foi assassinada a missionária Irmã Dorothy Stang. Na mesma semana, foram assassinados mais dois trabalhadores rurais, bem como se intensificaram as ameaças contra defensores de direitos humanos daquela região.Diante do agravamento da situação de violência na cidade de Anapu, uma das advogadas da equipe da Terra de Direitos, Luciana Pivato, esteve no local com objetivo de apoiar as atividades desenvolvidas pela Comissão Pastoral da Terra, bem como para contribuir na assessoria jurídica aos trabalhadores, tanto em relação ao acompanhamento das investigações dos homicídios, quanto em relação à continuidade das ameaças aos defensores de direitos humanos. Read more on Terra de Direitos acompanha ações em Anapu (PA)…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça

Sociedade civil defende o direito à água

Movimentos populares de diversas partes do mundo estão organizados para definir uma Plataforma Global em Defesa da Água, com idéias e propostas comuns a todos que lutam para que a água seja considerada um direito humano fundamental. Os movimentos, redes e organizações participantes da elaboração da Plataforma identificaram que as principais ameaças ao direito humano à água são todas as formas de privatização. Desde a construção de barragens, a privatização dos serviços de abastecimento e saneamento e a exploração privada de fontes de água mineral.Em 2004, os movimentos populares demonstraram que resistir e vencer as políticas de privatização é possível e que as políticas de privatização da água tem se traduzido na violação ao direito de acesso a esse direito humano, especialmente nos países em desenvolvimento. Bons exemplos foram a resistência da população dos países do Sul frente à privatização da água nas ruas em El Alto (Bolívia) e nas urnas no Uruguai. Read more on Sociedade civil defende o direito à água…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Liberação de transgênicos no Brasil

Genebra – O relator da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Direito à Alimentação, Jean Ziegler, critica a decisão do governo brasileiro de aprovar o uso de sementes transgênicas na produção agrícola. “Essa medida vai ajudar apenas aos grandes fazendeiros de Goiás”, afirmou o especialista das Nações Unidas. A Lei da Biossegurança, que define critérios para pesquisa e plantio comercial de organismos geneticamente modificados e também regras para experiências com células-tronco, entrou em vigor no dia 28. Ziegler causou polêmica em 2002 ao mostrar em um relatório a situação crítica que vive o Brasil em termos de nutrição. O relator da ONU, apesar de ser um dos principais defensores dos programas de combate à fome do governo de Luiz Inácio Lula da Silva, acredita que ao permitir o uso de sementes transgênicas, o País estará criando novas dificuldades para os pequenos agricultores.Autor/Fonte: O Estado do Paraná 02/04/2005 Read more on Liberação de transgênicos no Brasil…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Itaipu realiza pré-lançamento do Fórum da Bacia do Prata

Foz do Iguaçu – Uma das mais importantes Organizações Não Governamentais (ONGs) do mundo, a Green Cross, que tem como diretor o ex-ministro russo Mikhael Gorbachev, fará hoje, em Foz do Iguaçu, o pré-lançamento do Fórum Internacional da Bacia do Prata. O evento, organizado em parceria com a Itaipu, será realizado de 13 a 16 de setembro.No fórum, os governos do Brasil, Paraguai, Argentina, Uruguai e Bolívia vão buscar um consenso sobre a política de exploração da água no Mercosul. O presidente da Green Cross Internacional, Bertrand Charrier, dará mais detalhes sobre o assunto, em coletiva, às 14h30, no Hotel Internacional. Há hoje no mundo uma grande discussão sobre a exploração da água. Read more on Itaipu realiza pré-lançamento do Fórum da Bacia do Prata…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

15 mil comunidades vivem em áreas contaminadas

Brasília – A Defensoria da Água (colegiado de instituições que atua em defesa da sociedade nas questões relativas ao acesso, uso e contaminação das águas) divulgou ontem um relatório contendo os casos mais graves de violação de direitos humanos envolvendo 15 mil comunidades expostas a áreas com solo contaminado.O documento, que já havia sido entregue a representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) no dia 17 de março, também revela o nome de autoridades públicas e grandes empresas nacionais e multinacionais tidas pela instituição como responsáveis pela contaminação. No relatório são apresentados casos como do Aterro Montovani e da Lagoa de Carapicuíba, no Estado de São Paulo. Read more on 15 mil comunidades vivem em áreas contaminadas…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Representação contra ABIA – Rotulagem

Autor/Fonte:Terra de Direitos Arquivo


Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Do esquecimento à regularização das Terras de Pretos no Paraná

Segundo o jornal Gazeta do Povo de 27 de junho de 2004: “uma série de fatores causou o ‘esquecimento’ das colônias negras paranaenses”. Como as comunidades existentes no Estado são resquícios do tropeirismo a maioria dos quilombos livres está concentrada nos Campos Gerais, no Centro-Sul , região do Segundo Planalto Paranaense.No distrito do Socavão, em Castro, está uma das comunidades que, historicamente, fixou-se na região da Serra do Apon, desde 1865, quando vieram fugidos da Fazenda Capão Alto. Documento elaborado pela Cooperativa Ambiens, responsável por assessorar a construção do Plano Diretor deste município, também atesta a ocorrência dos remanescentes de quilombos na área. O periódico Em Tempo, da cidade de Castro, no 11 de dezembro de 2001, confirma que “descendentes de escravos vivem na Serra do Apon, alguns quilômetros adiante do Socavão, em situação de extrema pobreza”. Read more on Do esquecimento à regularização das Terras de Pretos no Paraná…


Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça

Sociedade Civil pede suspensão de importação do milho transgênico (doc. 3)

O pedido de revogação de documento que autorizava compra de milho transgênico da Argentina foi respondido com uma série de impropriedades, demonstrando uma postura antidemocrática no que se refere às decisões sobre Biossegurança.Autor/Fonte:Terra de Direitos Read more on Sociedade Civil pede suspensão de importação do milho transgênico (doc. 3)…


Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Sociedade Civil repudia postura do Ministério da Ciência e Tecnologia (doc. 02)

O pedido de revogação de documento que autorizava compra de milho transgênico da Argentina foi respondido com uma série de impropriedades, demonstrando uma postura antidemocrática no que se refere às decisões sobre Biossegurança.Autor/Fonte:Terra de Direitos Read more on Sociedade Civil repudia postura do Ministério da Ciência e Tecnologia (doc. 02)…


Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Sociedade Civil pede suspensão de importação do milho transgênico (doc. 1)

Pedido de revogação de documento que autorizava compra de milho transgênico da Argentina foi respondido com uma série de impropriedades, demonstrando uma postura antidemocrática no que se refere às decisões sobre Biossegurança.Autor/Fonte:Terra de Direitos Read more on Sociedade Civil pede suspensão de importação do milho transgênico (doc. 1)…


Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Requião pede regularização fundiária para 500 famílias

Cerca de 500 famílias estão prestes a ter suas terras regularizadas no imóvel Rocha Loures, no distrito de Porto São José, localizado a 90 quilômetros de Paranavaí e divisa com o estado do Mato Grosso do Sul, Noroeste do Paraná.O governador Roberto Requião enviou mensagem à Assembléia Legislativa solicitando a autorização, por meio de promulgação de lei, para regularização da área. A área de aproximadamente três mil alqueires, foi desapropriada pelo governo estadual no ano de 1964. Read more on Requião pede regularização fundiária para 500 famílias…

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

O fim da violência e o respeito aos cidadãos

Não se aprende a odiar, fazer mal, roubar, agredir ou matar alguém de um dia para o outro. Todas essas formas de violência são adquiridas em um processo de aprendizagem lento, possibilitado pela cultura da violência instalada no país e no mundo. E é essa cultura da violência que somos chamados a mudar.

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Anatel fecha rádio comunitária em São Paulo

São Paulo - Na última quinta-feira (3), um delegado e dois agentes da Polícia Federal e dois agentes da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) fecharam e apreenderam todos os equipamentos da Rádio Estância, localizada no município de São Roque, na Grande São Paulo.

Arquivado em Notícias
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça