Notícias / Notícias



Vale Fertilizantes demite trabalhador com afastamento médico e integrante da CIPA


SindiquímicaNos dias 20 e 21 de abril a Vale anunciou a demissão de quatro trabalhadores em resposta à forte mobilização da categoria no acordo coletivo de trabalho.

O acordo referente a 2011, que somente foi assinado no dia 6 de março, impediu que a empresa retirasse direitos históricos dos trabalhadores.

De acordo com, Paulo Roberto Fier, diretor do Sindiquímica-PR, para garantir a vitória, a categoria organizou diversas mobilizações. “A chefia, como forma de retaliar, está perseguindo e demitindo os trabalhadores que, ao longo das negociações, se manifestaram em assembleia ou na porta da fábrica,” afirma Fier.

Dentre os demitidos está um trabalhador com afastamento médico, um cipista indicado pela empresa e outro com 25 anos de experiência.

Quadro reduzido

A Vale fertilizantes tem operado frequentemente com o quadro considerado abaixo do mínimo. Esse problema expõe os trabalhadores, a comunidade e o meio ambiente a um risco acima do normal para uma unidade desse porte.

“Dessa forma, mesmo diante do quadro reduzido de operadores que vêm, sob coação da chefia, trabalhando até 16 horas, confirmado pelas autuações do fiscal de trabalho da SRTE-PR, a Vale Fertilizantes, num ataque à representação sindical demitiu, quatro trabalhadores neste final de semana”, relata Fier.

Histórico de violações contra os trabalhadores

Desde o início das negociações em novembro de 2011, já foram demitidos doze trabalhadores, seis foram advertidos e dezesseis assediados, desses, cinco já foram demitidos.

De acordo com o Sindiquímica-PR esse é o maior número de demissões desde a privatização da empresa em 1993. “A humilhação e tortura no ato da demissão foram tantas, que num dos casos provocou um acidente com o funcionário a ser demitido. O trabalhador, após atendimento no hospital e sob atestado médico, foi obrigado a retornar à fábrica e só foi liberado após assinar sua carta de demissão,” conta Fier.

>> Confira a nota da diretoria do Sindiquímica:

Vale Fertilizantes demite trabalhadores, militantes sindicais e até com licença médica e integrante da Cipa

Após o fechamento do Acordo coletivo de trabalho, nesse mês, cuja a resistência dos trabalhadores impediu a retirada de cláusulas históricas, a chefia da empresa VALE, localizada em Araucária-PR, como forma de retaliar os trabalhadores que ao longo das negociações se manifestaram em assembleia ou na porta da fábrica, passou a persegui-los e agora acaba de demiti-los.

Dessa forma, mesmo diante do quadro reduzido de operadores que vem, sob coação da chefia, trabalhando até 16 horas (confirmado pelas autuações do fiscal de trabalho da SRTE-PR), a Vale Fertilizantes, num ataque a representação sindical, demitiu 04 trabalhadores, entre esses, há um trabalhador com afastamento médico, um membro da CIPIA indicado pela empresa e outros com 25 anos de experiência. Desde o início das negociações em novembro de 2011 até hoje já foram demitidos doze companheiros, seis foram advertidos, e dezesseis ameaçados.

Esse processo de perseguição resultou no maior número de demissões de trabalhadores desde a privatização (antes pertencia a PETROBRAS) da empresa em 1993.

A humilhação e tortura no ato da demissão foram tantas, que num dos casos provocou um acidente com o funcionário a ser demitido, sendo que este tinha restrições médicas. Este, após atendimento no hospital e sob atestado médico, foi obrigado a retornar a fabrica pelos funcionários que o acompanhavam e só liberado após assinar sua carta de demissão.

O sindicato repudia o que vem ocorrendo e pede a todas as entidades sindicais e movimentos sociais que denunciem o que vem ocorrendo na unidade da Vale em Araucária no Paraná, enviando suas manifestações para a Diretoria da VALE FERTILIZANTES eduardo.bartolomeo@vale.com; e djalma.barbosa@vale.com e também para a Presidência da empresa VALE no Rio de Janeiro: murilo.ferreira@vale.com, vânia.somavilla@vale.com e maria.gurgel@vale.com.

Muito obrigado pela atenção,

Diretoria do Sindiquimica-Pr

Tel: 041 3327 3458

sindiquimica.pr@gmail.com

www.sindiquimicapr.com.br

 



Ações: Empresa e Violações dos Direitos Humanos
Eixos: Democratização da justica e garantia dos direitos humanos