Biblioteca

Airton Portela

‘Indígenas, sim. Estamos aqui!’ Habitantes de várias aldeias comemoram primeira vitória da TI Maró

TI Maró - Ato2 Em razão da suspensão da sentença que declarou que os habitantes da Terra Indígena Maró seriam, na verdade, ribeirinhos, mais de 60 pessoas comemoram em frente ao prédio da Justiça Federal do Pará para provar que ‘Indígenas, sim. Estamos aqui!’

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MPF recorre contra decisão que declarou inexistentes etnias da TI Maró

Teto choupana_TI Maró O Ministério Público Federal em Santarém apresentou apelação cível contra decisão da Justiça Federal de Santarém que determinou que as etnias indígenas Borari e Arapium são inexistentes. A decisão, do juiz federal Airton Aguiar Portela negou o direito de autorreconhecimento dos povos indígenas, decretando que ambos são formados por ribeirinhos que teriam deixado de ser índios.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

TI Maró | Depoimentos contra sentença judicial que declara inexistente Terra Indígena

TI Maró - Cocar4 Assista os depoimentos de apoiadores e habitantes da Terra Indígena (TI) Maró, que lutam pelo reconhecimento da existência da TI, no Oeste do Pará.

Arquivado em Vídeos com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Recurso judicial é protocolado para anular sentença que declara inexistente a TI Maró

Rayanna Castro Conselho Indígena Intercomunitário Arapium Borari (COIIAB) protocola recurso de apelação direcionado ao Tribunal Regional Federal TRF1, para anular sentença de juiz de que declarou inexistente Terra Indígena Maró. Relatórios técnicos e laudos antropológicos compõe o documento e comprovam o interesse econômico por parte de madeireiras na região.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Vídeo | Chama Surara – Terra Indígena Maró

TI Maró - Chama Surara O ato realizado em frente à Justiça Federal do Pará contra a decisão do juiz que declarou inexistente a Terra Indígena Maró, no Oeste do estado, foi registrado em vídeo pelo Projeto Saúde e Alegria. Sentença publicada no fim do ano passado determina que comunidades da região são seriam formadas por indígenas, mas por populações tradicionais como ribeirinhos. Manifestação em desacordo à declaração contou com a presença de mais de 100 indígenas e apoiadores.

Arquivado em Notícias, Terra de Direitos na mídia com as tags , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Carta Capital | Sentença da Justiça Federal acirra conflitos em Santarém

Santarém Sobre a sentença de juiz que declara Terra Indígena Maró, Felipe Milanez questiona em seu blog a decisão que revela racismo e incoerência. Segundo jornalista, jurista interpretou de forma incorreta trechos de estudos e textos relacionados. Entrevistada, advogada popular da Terra de Direitos diz que sentença "é discriminatória e corrobora com a ação de violência e extermínio dos povos indígenas no Brasil”.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Carta Capital | Indígenas protestam contra sentença e ação missionária

9a7ea28e-e34f-441a-b190-55a00ced53b8 Felipe Milanez fala em seu blog na revista Carta Capital sobre protestos contra a decisão de juiz que declarou inexistente a Terra Indígena Maró, no oeste do Pará. O jornalista também denúncia de ação de antropólogo missionário, contratado por associação com posição contrária à dos indígenas. Segundo Martinez, missões proselitistas financiadas por uma empresa de surf podem ter tido impacto no conflito e na decisão racista da Justiça Federal do Pará.

Arquivado em Sala de mídia com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial