Biblioteca

Antonio Tavares

Caso Antônio Tavares: violência, impunidade e a luta por direitos humanos

antonio-tavares2_corrigido Em 2 de maio de 2000, o trabalhador sem-terra Antônio Tavares foi assassinado durante um massacre promovido por policiais militares. Foi nesse contexto de conflitos coletivos pela posse da terra no campo e na cidade que foi fundada a organização de direitos humanos Terra de Direitos, em 15 de junho de 2002.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

TJPR mantém condenação do Estado do Paraná pelo assassinato de Antonio Tavares, integrante do MST

No dia 05 de junho o Tribunal de Justiça do Paraná condenou o Estado do Paraná pelo assassinato de Antônio Tavares Pereira, agricultor assassinado pela Polícia Militar na BR 277 no ano 2000. A condenação se deu em ação de reparação civil movida pela viúva e pelos cinco filhos do agricultor.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

2 de maio: Dez anos de descaso com a morte de Antonio Tavares

A ação truculenta da polícia neste dia deixou outras 185 pessoas feridas. Assim como os demais trabalhadores, Antonio Tavares estava em um dos ônibus que seguiam para a cidade de Curitiba, onde encontrariam os movimentos urbanos para as celebrações do 1º de maio.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Em Abril Vermelho, MST relembra 10 anos do assassinato de Antonio Tavares

O Movimento dos Trabalhadores Sem Terra iniciam a Jornada de Lutas no Paraná relembrando o assassinato de trabalhador, que completa dez anos em maio deste ano. Até hoje, ninguém foi responsabilizado pela morte de Antonio Tavares.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial