Biblioteca

Araupel

Outras palavras | Repressão persiste após massacre de Quedas do Iguaçu

A morte dos trabalhadores foi consequência de ação da Polícia Militar, que estava acompanhada de seguranças da Araupel  (Foto: Reprodução) Em caso kafkiano, policiais que chacinaram sem-terras há exatamente um ano são libertados — enquanto lideranças do movimento são presas e criminalizadas, apesar das contundentes provas apresentadas. Leia artigo da advogada popular da Terra de Direitos, Rafaela Lima.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Mercosul | FPF vai investigar conflito entre sem terras e PM

O assessor jurídico da Terra de Direitos, Fernando Prioste, responsável por acompanhar o assassinato de dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), concedeu entrevista à Rede Mercosul e comentou o andamento das investigações. Confira:

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Cronologia aponta massacre de trabalhadores rurais em Quedas do Iguaçu: Polícia Militar emboscou e atirou para matar

Ataque O ataque promovido pela Polícia Militar a trabalhadores rurais sem terra, no último dia 7, em Quedas do Iguaçu/PR, é contado em cronologia construída a partir da coleta de depoimentos das vítimas.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Carta Capital | Confronto ou emboscada?

Quedas do Iguaçu_Joka Madruga Reportagem da revista Carta Capital relata o massacre de trabalhadores rurais sem terra no Paraná, no último dia 7. O texto aponta que, apesar de declarações da Polícia Militar de que trabalhadores rurais sem terra teriam disparado, boletim de ocorrência mostram que armas apreendidas dos trabalhadores não foram disparadas.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Brasil de Fato | Feridos no massacre em Quedas do Iguaçu (PR) são tratados como réus

A morte dos trabalhadores foi consequência de ação da Polícia Militar, que estava acompanhada de seguranças da Araupel  (Foto: Reprodução) Irregularidades na investigação do assassinato de dois trabalhadores rurais sem-terra é encaminhada à ONU, pela Terra de Direitos. Massacre realizado no último dia 7 contou com participação da Polícia Militar do Paraná.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Trabalhadores rurais sem terra são mortos no Paraná em massacre com a participação da Polícia Militar

MST Ataque ao acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra nesta quinta-feira (7) deixou dois mortos e sete feridos. Segundo informações, ação foi executada por duas equipes da Polícia Militar do Paraná, acompanhados por seguranças da empresa Araupel.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Nota do MST: Policia Militar e pistoleiros atacam famílias Sem Terra e assassinam dois trabalhadores do MST, no Paraná

12932794_10153359301027096_3933472896276085797_n Na tarde de quinta-feira (07/04), famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), organizadas no Acampamento Dom Tomas Balduíno, no município de Quedas do Iguaçu, região centro do Paraná, foram vitimas de uma emboscada realizada pela Policia Militar do Estado e por seguranças contratados pela empresa.

Arquivado em Notas com as tags , , , ,

Brasil de Fato | Emboscada a acampamento do MST no Paraná deixa dois mortos e vários feridos

Acampamento Dom Tomás Balduíno, em 2015 (Foto: Joka Madruga) Por volta das 15h desta quinta-feira (7), uma emboscada contra o acampamento Dom Tomás Balduíno, em Quedas do Iguaçu, região centro do Paraná, deixou, pelo menos, dois mortos e cerca de 20 feridos, conforme informações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). De acordo com a secretaria do movimento, com participação da Polícia Milita do estado, seguranças e jagunços da madeireira Araupel participaram da ação.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

A luta das mulheres é a verdadeira razão para comemorar

image Todo ano as “comemorações” se repetem no dia 8 de março. Desde seu surgimento até os dias atuais, a data,inspirada na celebração das lutas pelos direitos femininos, fruto de construções históricas de mulheres como Alexandra Kollontai, Clara Zetkin e tantas outras ao redor do mundo, perdeu muito de seu caráter revolucionário e foi reduzida ao dia das flores e dos parabéns.

com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Pistoleiros atacam a tiros acampamento do MST no Paraná

20912097391_908a478db1_b Na madrugada desta quarta-feira (26), o acampamento Herdeiros da Terra 1 de Maio, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), foi alvo de mais de 20 tiros. Apesar de não ter feito vítimas, o ataque evidencia o clima tenso na região. No local, vive um dos dirigentes nacionais do Movimento, que vem sofrendo constantes ameaças de morte e perseguições desde julho de 2014, devido ao conflito agrário latente. Read more on Pistoleiros atacam a tiros acampamento do MST no Paraná…

Arquivado em Notícias com as tags , , ,

MST realiza ato em defesa dos trabalhadores e militantes de movimentos sociais

10904840_875544245844676_2043692660_n Em protesto ao assassinato de três pessoas da mesma família de assentados, integrantes e apoiadores do Movimento de Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realizaram no último dia 30 o 'Ato em defesa da paz, justiça e segurança de todos os trabalhadores do campo e da cidade'. “Para nossos mortos, nenhum minuto de silêncio, mas uma vida inteira de luta”, declara Antônio de Miranda, representante da coordenação do MST

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MST divulga nota sobre possibilidade de despejo no acampamento na madeireira Araupel

Acampamento herdeiros da Luta_Foto Joka Madruga (3) Meios de comunicação da região divulgaram a informação de que o governador Beto Richa (PSDB) teria assinado a ordem de despejo antes do término das eleições, e de será cumprida nesta quarta-feira (29).

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Incra contesta título de propriedade da empresa Araupel, no Paraná

Rio Bonito de Iguaçu Desde o dia 1° de maio deste ano, famílias do MST criaram o Acampamento Herdeiros da Luta 1° de maio, reivindicando a desapropriação da fazenda para a Reforma Agrária.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Impunidade: assassinato de dois trabalhadores sem-terra em 97 fica sem resposta da justiça

Os acusados, Antoninho Valdecir Somensi, 57 anos, e Jorge Dobinski da Silva, 69 anos, foram absolvidos pelos jurados por quatro votos a dois.

com as tags , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

MST divulga nota sobre júri do caso Vanderlei das Neves

Passaram-se 14 anos e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) defende Justiça e punição para os assassinos dos agricultores Vanderlei das Neves (16) e José Alves dos Santos (34).

Arquivado em Notas com as tags , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Acusados de matar trabalhadores do MST em 1997 vão a júri popular nesta terça-feira (14)

Julgamento dos acusados de matar dois e tentar matar mais quatro trabalhadores rurais sem terra acontecerá 13 anos após o assassinato, ocorrido em latifúndio da atual empresa Araupel, em Laranjeiras do Sul-PR.

com as tags , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial