Biblioteca

Berta Cáceres

Adital | Transnacionais e governo seriam responsáveis pelo assassinato de ativista hondurenha

Berta A líder indígena Berta Cáceres, uma das maiores ativistas sociais de Honduras, foi assassinada na madrugada desta quinta, 03 de março, quando homens desconhecidos invadiram sua casa, em La Esperanza, no Departamento de Intibucá. A ativista, que lutava principalmente pelas causas ambientais e era coordenadora do Conselho dos Povos Indígenas de Honduras (Copinh), havia denunciado que vinha sofrendo graves ameaças.

Arquivado em Sala de mídia com as tags , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos