Biblioteca

Complexo Hidrelétrico Tapajós

Megaprojetos do Tapajós: ilusões por trás da promessas de desenvolvimento

Rio Tapajós (foto: Ramon Santos) No altar do modelo desenvolvimentista, os sacrifícios e retrocessos para a biodiversidade e para os povos e indígenas e comunidades tradicionais não têm limites. O chamado “Complexo Hidrelétrico Tapajós”, que prevê a construção de sete usinas no Oeste do Pará, impacta diretamente comunidades tradicionais, entre quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, extrativistas e cerca de dois mil quilômetros de território indígena, principalmente da etnia Munduruku.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Seminário | Direito e Desenvolvimento

dtos.capa_-600x222 As violações de direitos humanos em grandes empreendimentos será tema do Seminário Direito e Desenvolvimento, nos próximos dias 16, 17 e 18 de fevereiro, em Santarém. Promovido pela Terra de Direitos em parceria com a Pro-Reitoria de Gestão Estudantil da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA), o evento deve reunir movimentos sociais, comunidades impactadas, estudantes e pesquisadores para debater o tema.

com as tags , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Movimentos sociais e comunidades criticam estudo ambiental da Eletrobras para hidrelétricas no rio Tapajós

Complexo Hidrelétrico Tapajós A falta de participação popular e de informações foram as principais críticas apontadas à Avaliação Ambiental Integrada – AAI da Bacia do Rio Tapajós, apresentado pela Eletrobras nesta segunda-feira (6), em Itaituba, Oeste do Pará. O estudo faz parte do projeto do Complexo Hidrelétrico Tapajós, que prevê a construção de sete barragens ao longo dos rios Jamanxim e Tapajós.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Comunidades atingidas por projetos hidrelétricos no Oeste do Pará não querem ser a próxima Belo Monte

Itaituba_março_ Ednubia (98) Organizações entregaram carta de denúncia ao Ministério Público Federal de Santarém, nesta segunda-feira (17). Entre as reivindicações está a realização de consulta prévia, livre e informada, prevista na Convenção 169 da OIT.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Ficha técnica: Complexo hidrelétrico na bacia do Rio Tapajós

Rio Tapajós_ Foto Ramon Santos Esse Complexo Hidrelétrico é um conjunto de cinco grandes hidrelétricas previstas para a bacia do rio Tapajós (rios Tapajós e Jamanxin). É mais nova frente hidrelétrica do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) na Amazônia que se liga ao Plano IIRSA (Iniciativa de Interregional Sul América), que consiste na integração econômica da América do Sul, do Atlântico ao Pacífico com rodovias, hidrovias, ferrovias, eletricidade e telecomunicações para benefícios dos grandes grupos econômicos.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Seminário no Baixo Tapajós/PA reafirma resistência contra hidrelétricas

Aveiro O encontro buscou esclarecer e debater sobre os impactos da construção das hidrelétricas irá causar sobre o meio ambiente.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Atingidos pelas barragens do Pará fazem cobrança a ministro

JOKA9630_Encontro Nacional 2013 MAB exige cancelamento dos projetos e a retirada da Força Nacional do Tapajós, no Pará.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Complexo Hidrelétrico Tapajós | Oeste do Pará

Rio Tapajós_ Foto Ramon Santos O chamado “Complexo Hidrelétrico Tapajós” prevê a construção de sete usinas ao longo dos dois rios, no Oeste do Pará, impactando diretamente 32 comunidades tradicionais, entre quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, extrativistas e cerca de dois mil quilômetros de território indígena.

Arquivado em Casos emblemáticos com as tags , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Santarém/PA – Audiência Pública “Hidrelétricas no Tapajós: Perspectivas e Impactos”

A audiência tem como objetivo dar visibilidade às conseqüências do projeto do governo federal de construir o Complexo Hidrelétrico Tapajós

com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Justiça suspende operação Tapajós

Indígena Operação militar e policial estava sendo feita na região da Terra Indígena Munduruku, onde está planejada a usina hidrelétrica São Luís do Tapajós

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MPF pede suspensão da operação policial e estudos de usina no Tapajós/PA

indios na floresta O Ministério Público Federal (MPF) entrou nesta quarta-feira, 3 de abril, com recurso para suspender a operação militar que o governo federal faz na região do Tapajós, no oeste do Pará, assim como os estudos e o licenciamento da usina hidrelétrica São Luiz do Tapajós.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Brasil de Fato | No caminho do “progresso”

Reserva-extrativista-Renascer,-que-será-afetada-pelo-Complexo-Hidrelétrico-Tapajós_Ramon-Santos Cerca de 250 soldados da Força Nacional de Segurança Pública chegaram no dia 27 de março, em Itaituba/PA, para escoltar técnicos na realização da última etapa do levantamento de informações ambientais na região do médio e alto Tapajós. As pesquisas fazem parte da finalização dos Estudos de Impacto Ambiental que possibilitarão as licenças ambientais para a construção da usina São Luiz do Tapajós – uma das sete previstas no Complexo Hidrelétrico Tapajós (...)

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

NOTA PÚBLICA – Em defesa da luta das comunidades e povos indígenas em face da imposição de projetos de desenvolvimento na Amazônia

Rio Tapajós_ Foto Ramon Santos Terra de Direitos, Comissão Pastoral da Terra - CPT (BR 163 e Santarém) e o Movimento dos Atingidos por Barragens - MAB protocolam nesta segunda-feira, 1º de abril, documento no Ministério Público Federal denunciando a situação de tensão e conflito iminente nas comunidades afetadas pelo projeto da Usina Hidrelétrica São Luis do Tapajós (...)

Arquivado em Notas com as tags , , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Projetos para construção de hidrelétricas no rio Tapajós intensificam violações de direitos no Oeste do Pará

Itaituba_março_ Ramon Santos (344) Na região Oeste do Pará, povos, territórios, etnias e culturas diferentes enfrentam um problema em comum: o projeto do Complexo Hidrelétrico Tapajós. Os planos para construção de sete usinas hidrelétricas, a partir de barragens no rio Tapajós e Jamanxim, ameaçam pelo menos 32 comunidades, além e dois mil quilômetros de território indígena, principalmente da etnia munduruku (...)

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

Seminário discute modelo de desenvolvimento e violações de direitos humanos na Amazônia

Foto: Ramon Santos A cidade de Itaituba, localizada no Oeste do Pará, receberá nos dia 22 e 23 de março o Seminário Regional “Desenvolvimento e Direitos Humanos na Amazônia”, realizado pela Terra de Direitos. As diversas violações causadas pela expansão do agronegócio, exploração mineral e avanço do projeto de construção do Complexo Hidrelétrico Tapajós estarão no centro do debate.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial