Biblioteca

MAB

Brasil de Fato | No Paraná, atingidos por barragens são presos pela PM, que usou bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha

89e3cac9-2708-474f-8019-90eb5654565c A PM do Paraná prendeu e feriu famílias atingidas por barragens no município de Capanema, durante a execução de uma reintegração de posse. Cerca de 150 famílias ocupavam a entrada do canteiro de obras da Hidrelétrica do Baixo Iguaçu desde segunda, que estava com as obras paralisadas desde então. A reintegração foi emitida pela juíza da Vara da Fazenda Pública, Roseana Assumpção.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Na Jornada Nacional de Lutas, movimentos sociais do Paraná reivindicam assentamento de famílias e denunciam violação de direitos

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra acampa em frente ao Incra, em Curitiba, durante Jornada Nacional de Lutas. (foto: Wellington Lenon) Em Curitiba, Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocupa Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). No Sudoeste do Paraná, Movimento dos Atingidos por Barragens acampa em frente a obra de Usina Hidrelétrica e denuncia violação de direitos das famílias da região.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

“Se a gente for esperar o governo, a gente vai morrer – eles vão matar a gente”, diz indígena impactada por hidrelétrica

Maria Leuza Munduruku 'Barrar o rio é barrar nossos direitos' foi tema da discussão do terceiro dia do Seminário 'Direito e Desenvolvimento'. A partir do exemplo de luta dos atingidos por Belo Monte, movimentos sociais de Santarém apontam necessidade de união para impedir a construção do Complexo Hidrelétrico do Tapajós.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Grandes obras e aumento da violência contra mulher

MAB Considerada estratégica, a região do Tapajós, localizada no Sudoeste do Pará, tem tido sua realidade transformada com a chegada de novos projetos voltados para o que é considerado crescimento econômico do país. A construção de portos, rodovias e hidrelétricas - como do Complexo Hidrelétrico do Tapajós - altera o cotidiano e o futuro de moradores e moradoras da região - principalmente das mulheres.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Megaprojetos do Tapajós: ilusões por trás da promessas de desenvolvimento

Rio Tapajós (foto: Ramon Santos) No altar do modelo desenvolvimentista, os sacrifícios e retrocessos para a biodiversidade e para os povos e indígenas e comunidades tradicionais não têm limites. O chamado “Complexo Hidrelétrico Tapajós”, que prevê a construção de sete usinas no Oeste do Pará, impacta diretamente comunidades tradicionais, entre quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, extrativistas e cerca de dois mil quilômetros de território indígena, principalmente da etnia Munduruku.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

MAB | Audiência alerta para riscos de barragens no Tapajós

DSC_0050 - Cópia Realizada na última sexta-feira (29), a audiência debateu o direito dos povos tradicionais à consulta prévia, onde Rodrigo Oliveira, assessor jurídico do MPF e pesquisador da UFPA afirma que “o governo está argumentando que esses grupos não querem ser consultados. O risco é que se tenha uma ‘consulta póstuma’, que o processo se resuma a negociar danos”.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,

MAB | Liderança do MAB em Rondônia está desaparecida

Águas Para Vida: atingidos da usina de Jirau. Foto: Joka Madrug Nilce de Souza Magalhães, 58 anos, mais conhecida como ‘Nicinha’, mãe de três filhas, vó de quatro netos, pescadora e militante do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) em Rondônia, desapareceu esse último dia 7 de janeiro, depois de ser vista pela última vez na barraca de lona onde mora com seu companheiro, Nei, em um acampamento com outras famílias de pescadores atingidos pela Hidrelétrica de Jirau, no rio Madeira, na localidade chamada de “Velha Mutum Paraná”, na altura do km 871 da BR 364, sentido Porto Velho-Rio Branco.

com as tags , ,

MAB | ONU recebe denúncias de violações por Belo Monte

Foto: MAB Nacional Integrantes do Grupo de Trabalho que discute Empresas e Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) estiveram em Altamira neste domingo (13) para checar as denúncias de violações de direitos humanos provocadas pela construção da hidrelétrica de Belo Monte.

com as tags , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MAB | Representantes da ONU visitam o Brasil e MAB apresentará denúncia de violações de direitos dos atingidos

onu 1 Na última segunda-feira (7), membros do Grupo de Trabalho da ONU que discute Empresas e Direitos Humanos desembarcaram no Brasil para apurar denúncias de violação de direitos humanos; Mariana (MG) e Altamira (PA) fazem parte da rota de visitas

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

MAB | Apesar das condicionantes não cumpridas, Ibama autoriza operação de Belo Monte

Belo Monte (Joka) Apesar de várias condicionantes determinadas no Plano Básico Ambiental não cumpridas pelo Consórcio Norte Energia, o Ibama concedeu, nesta terça-feira (24), a licença de operação da Usina Hidrelétrica Belo Monte. O governo brasileiro prometeu que a hidrelétrica de Belo Monte seria um marco na mudança da forma de construir barragens no Brasil.

Arquivado em Sala de mídia com as tags , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Exposição Internacional | Arpilleras: Bordando à Resistência

detalhe 42 o Movimento dos Atingidos Por Barragens (MAB) estará promovendo a exposição internacional “Arpilleras: bordando a resistência”. O evento reúne 37 peças de bordado construídas por mulheres de seis países da América Latina e Europa, visando problematizar e transgredir o papel feminino na sociedade.

com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Manifestantes acampam na BR 163, no Pará, e fecham um dos principais corredores de grãos do país

Foto: MAB Na manhã da última terça-feira (8) centenas de pessoas da comunidade Campo Verde no município de Itaituba, sudoeste do Pará, fizeram protesto na BR 163, próxima a Rodovia Transamazônica, alvo das reivindicações e um dos principais corredores para escoamento de grãos da região central do Brasil. O ato, denominado “Acampamento em defesa da Vida e do Território”, se estendeu e, até o momento, cerca de 500 pessoas de comunidades próximas a região continuam no local.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MAB | Atentado contra trabalhadores mata 2 em Belo Monte

luto Carro em alta velocidade avançou sobre trabalhadores e trabalhadoras que trancavam a rodovia Transamazônica; O motorista ateou fogo no carro e fugiu em uma motocicleta.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MAB denuncia criminalização dos atingidos por Belo Monte

Obras-da-hidrelétrica-Belo-Monte-que-está-sendo-construída-em-Altamira-no-Pará-Foto-Governo-Federal-Divulgação-outubro-2011-600x380 Na opinião do Movimento dos Atingidos por Barragens, o interdito proibitório, um resquício da ditadura militar, vem sendo utilizado pelas empresas donas de barragens em várias regiões do país para “impedir o exercício do direito de livre manifestação e expressão, bem como com o intuito de perseguir defensores de direitos humanos”.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Reportagem fotográfica denuncia impactos das hidrelétricas na Amazônia

Famílias que moram numa palafita, em área que será alagada pela usina de Belo Monte_Foto_Joka Madruga_Terra Livre Press “1100 usinas hidrelétricas existem em operação no Brasil. Destas, 24 estão na Amazônia, seis estão em construção e mais 23 estão mais previstas; sete serão construídas em áreas intocadas. Para quem e para que é esta energia toda? Como ficarão as pessoas atingidas por esses projetos?”

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Plataforma constrói propostas para a política energética

Movimentos sociais e sindicais realizam seminários sobre energia em todas as regiões do país a partir desta semana. As resoluções dos debates serão encaminhadas em forma de propostas para a política energética nacional aos candidatos à presidência da república.

com as tags , , , , ,

BOLETIM ESPECIAL: Seminário Regional sobre Direitos Humanos e Defesa dos Territórios

Pintura Este boletim reúne as principais matérias do seminário Regional sobre Direitos Humanos e Defesa dos Territórios, realizado nos dias 18 e 19 de julho, em Santarém/PA. Confira também a Carta Política dos mais de 100 participantes do encontro, que representaram cerca de 30 movimentos sociais, associações comunitárias e entidades de assessoria popular.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Efetivação da Consulta Prévia é necessária para a democratização do sistema político brasileiro

DSCN7136 Neste cenário de pouca abertura para participação popular e expressão dos anseios da população atingida, o direito à Consulta Livre, Prévia e Informada, previsto na Convenção 169 da Organização Internacional do trabalho - OIT, ganhou espaço no seminário Regional sobre Direitos Humanos e Defesa dos Territórios.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Comunidades e movimentos populares exigem direito à Consulta Prévia em grandes obras no Oeste do Pará

Seminário Santarém_final As mais de 100 pessoas reunidas no seminário Regional sobre Direitos Humanos e Defesa dos Territórios, entre 18 e 19 de julho, em Santarém/PA, somando cerca de 30 comunidades, movimentos sociais e organizações de assessoria, concluíram pela urgência da aplicação do direito à Consulta Prévia, Livre e Informada, previsto na Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho - OIT, ratificada pelo estado brasileiro em 2002.

Arquivado em Notas com as tags , , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial