Biblioteca

milícias

Syngenta | Paraná/PR

transgenicos Este caso traz diversas violações de direitos humanos protagonizadas pela Syngenta Seeds, empresa transnacional do agronegócio que produz sementes transgênicas e agrotóxicos. As ações violadoras compreendem assassinato, violência física e moral contra trabalhadores rurais sem terra, manutenção de milícias privadas armadas, realização de despejos forçados sem determinação judicial.

Arquivado em Casos emblemáticos com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

À margem da Lei todos são marginais

A Associação dos Juízes para a Democracia - AJD lançou nota pública para manifestar preocupação com a escalada da violência, tanto estatal quanto privada, no Rio de Janeiro.

Arquivado em Notas com as tags , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Syngenta é condenada na Europa por violações de direitos humanos no Brasil

A empresa transnacional suíça Syngenta, produtora de sementes transgênicas, foi denunciada e condenada no IV Tribunal Permanente dos Povos, realizado em Madrid de 13 a 17 de maio deste ano.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial

Syngenta: transgênicos, agrotóxicos e violência

Este caso traz a tona diversos debates, entre eles o perigo de contaminação por trânsgênicos, a contratação de milícias privadas no campo, o assassinato do trabalhador rural Keno e a responsabilização de empresas trasnacionais por crimes cometidos.

com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Grilagem e conflito no Paraná

Leia a matéria do coletiva Passa Palavra sobre a ocupação realizada pelo MST na Fazenda São Francisco II. A área é, originalmente, da Embrapa, mas foi grilada pelo ex-tenente Copetti Neves, já condenado por tráfico internacional de armas e formação de quadrilha. Leia mais.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Um ano da morte de Keno

Nesta terça-feira (21) diversas organizações de todo o estado se reunirão em Cascavel para fazer uma homenagem ao trabalhador rural Keno, executado por uma milícia armada no Centro Experimental da Syngenta há um ano.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

Em defesa dos direitos humanos: denúncias de violações envolvendo Syngenta e British American Tobacco são relatadas a ONU

A Rede Internacional de Direitos Econômicos, Sociais e Civis lançou o "Relatório Coletivo sobre Empresas e Direitos Humanos", entregue ao Conselho de Direitos Humanos da Onu, em junho deste ano.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Parlamentares Suiços e Acionistas solicitam explicações à Syngenta por crimes cometidos no Brasil

Indignados com o assassinato do trabalhador Valmir Mota de Oliveira, o Keno e agressões a dezenas de outros trabalhadores rurais, da Via Campessina, por seguranças da empresa NF, no campo experimental da multinacional Syngenta, em Santa Tereza do Oeste – PR, membros do Parlamento da cidade de Basel, na Suíça, enviaram pedidos de esclarecimentos à empresa.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Ataques a camponeses por milícias armadas se proliferam no Paraná

No último dia 30 de março, Eli Dallemore, líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), foi executado por dois homens encapuzados dentro de sua própria casa, no Assentamento Libertação Camponesa, em Ortigueira/PR.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça

CASO SYNGENTA: Ação Penal criminaliza trabalhadores rurais e não responsabiliza mandantes

Acontece nesta quinta 20/12, na 1º Vara Criminal em Cascavel, o interrogatório dos 19 denunciados pelo Ministério Público do Paraná (MP), na Ação Penal que apura o ataque de milícia armada contra os trabalhadores rurais da Via Campesina, no dia 21 de outubro, no campo de experimentos da transnacional Syngenta Seeds.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Ministério Público criminaliza trabalhadores da Via Campesina – vítimas de ataque

O Ministério Público denunciou ontem (10), oito trabalhadores da Via Campesina e pediu a prisão preventiva de outros dois, pelo ataque de uma milícia armada contra o acampamento, no dia 21 de outubro, no campo de experimentos transgênicos da transnacional Syngenta Seeds, em Santa Tereza do Oeste.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Anistia Internacional pede providências pela morte de Sem Terra na Syngenta

A Anistia Internacional, organização de defesa dos direitos humanos, lançou um apelo pedindo providências dos órgãos competentes pela morte do dirigente do MST (Movimento Sem Terra), Valmir Mota de Oliveira, conhecido como Keno, em ação de milícia armada de empresa de segurança contratada pela transnacional suíça Syngenta Seeds, em Santa Tereza do Oeste, no estado do Paraná.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Nota a imprensa: Milícia armada ataca acampamento da Via Campesina e executa militante

1. A reocupação da área da Syngenta aconteceu às 6h de ontem (21), por cerca 150 agricultores. Na ação os trabalhadores rurais soltaram fogos de artifício. No momento havia quatro seguranças na área. Uma das armas dos seguranças foi disparada e feriu um trabalhador, que foi hospitalizado.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar, Terra, território e equidade sócio-espacial