Biblioteca

Polícia Militar

Brasil de Fato | Há 7 meses, assassinato de dois sem-terra no Paraná aguarda responsabilização

A morte dos trabalhadores foi consequência de ação da Polícia Militar, que estava acompanhada de seguranças da Araupel  (Foto: Reprodução) Advogado aponta relação entre o caso e a operação deflagrada pela Polícia Civil no dia 4 e que atinge lideranças do MST. Nesta segunda-feira (7), completam-se sete meses do assassinato dos trabalhadores rurais Vilmar Bordim e Leonir Orback, que moravam no acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) Dom Tomás Balduíno, em Quedas do Iguaçu (PR).

Arquivado em Sala de mídia com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Entidades apontam criminalização de movimentos sociais em curso ofertado pela PM do Pará

criminalização Mais de 150 movimentos sociais e entidades assinam o ofício que pede a suspensão das inscrições do curso previsto para ocorrer entre setembro e outubro, no Pará.

Arquivado em Notas, Notícias com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Trabalhadores rurais sem terra são mortos no Paraná em massacre com a participação da Polícia Militar

MST Ataque ao acampamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra nesta quinta-feira (7) deixou dois mortos e sete feridos. Segundo informações, ação foi executada por duas equipes da Polícia Militar do Paraná, acompanhados por seguranças da empresa Araupel.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Nota do MST: Policia Militar e pistoleiros atacam famílias Sem Terra e assassinam dois trabalhadores do MST, no Paraná

12932794_10153359301027096_3933472896276085797_n Na tarde de quinta-feira (07/04), famílias do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), organizadas no Acampamento Dom Tomas Balduíno, no município de Quedas do Iguaçu, região centro do Paraná, foram vitimas de uma emboscada realizada pela Policia Militar do Estado e por seguranças contratados pela empresa.

Arquivado em Notas com as tags , , , ,

Brasil de Fato | Emboscada a acampamento do MST no Paraná deixa dois mortos e vários feridos

Acampamento Dom Tomás Balduíno, em 2015 (Foto: Joka Madruga) Por volta das 15h desta quinta-feira (7), uma emboscada contra o acampamento Dom Tomás Balduíno, em Quedas do Iguaçu, região centro do Paraná, deixou, pelo menos, dois mortos e cerca de 20 feridos, conforme informações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). De acordo com a secretaria do movimento, com participação da Polícia Milita do estado, seguranças e jagunços da madeireira Araupel participaram da ação.

Arquivado em Terra de Direitos na mídia com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

TJPR mantém condenação do Estado do Paraná pelo assassinato de Antonio Tavares, integrante do MST

No dia 05 de junho o Tribunal de Justiça do Paraná condenou o Estado do Paraná pelo assassinato de Antônio Tavares Pereira, agricultor assassinado pela Polícia Militar na BR 277 no ano 2000. A condenação se deu em ação de reparação civil movida pela viúva e pelos cinco filhos do agricultor.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

Antônio Tavares | Paraná

antoniotavares O agricultor sem terra Antônio Tavares Pereira foi assassinado quando se dirigia à capital paranaense, junto de aproximadamente mil integrantes do MST, para manifestações pelo Dia dos Trabalhadores, em maio do ano 2000. O crime ocorreu quando a Polícia Militar impediu que um comboio de 50 ônibus vindos do interior entrasse em Curitiba, na entrada da cidade, pela BR 277.

Arquivado em Casos emblemáticos com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial