Biblioteca

Tapajós

Artigo | Redução de Unidades de Conservação no Tapajós abre a floresta para o agronegócio

Parque Nacional do Rio Novo é uma das unidades de conservação que sofrerá alterações através de medidas provisórias Na última terça-feira (20) o Governo Federal publicou no Diário Oficial da União duas Medidas Provisórias (nº 756 e 758) que alteram os limites de áreas de proteção ambiental do Pará. Anunciadas como “proteção ambiental especial” as Medidas visam, contudo, a expansão do agronegócio na região, o que na prática, significa a remoção de famílias de seu território tradicional.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MPF | Cientistas, ativistas e procuradores debatem, em livro, as barragens no Tapajós

ocekadi 2 Foi lançado, na última sexta-feira(16), o livro Ocekadi: hidrelétricas, conflitos socioambientais e resistência na Bacia do Tapajós. Organizada por Daniela Alarcon, Brent Millikan e Maurício Torres, a publicação traz 25 artigos de cientistas, ativistas, índios, procuradores da República e jornalistas tratando dos controversos projetos de barragens propostos pelo governo para a Bacia do Tapajós. Ocekadi é uma palavra Munduruku que pode ser traduzida como “o nosso rio” ou o “rio do nosso lugar”.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

II Caravana em Defesa do Rio Tapajós mobiliza povos, lideranças e comunidades tradicionais

caravana itaituba Estão previstas para chegarem em Itaituba, local do evento, muitas caravanas, principalmente em embarcações, oriundas de comunidades, assentamentos, cidades e aldeias localizadas desde as nascentes dos Rios Teles Pires e Juruena à foz do Tapajós, onde há o “encontro das águas” com o Amazonas. Assim, o evento receberá pessoas e organizações vindas de várias regiões da bacia do Tapajós , com o objetivo de debater e encaminhar propostas que visam garantir o Tapajós Vivo.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

MAB | Atingidos pedem cancelamento definitivo de barragem no Tapajós

Itaituba Aconteceu na tarde desta quarta-feira (25) a audiência pública convocada pelo Ministério Público Federal para discutir os prováveis impactos da hidrelétrica de São Luís do Tapajós. A atividade aconteceu no campus do Instituto Federal do Pará (IFPA) em Itaituba e foi marcada por diversos pedidos dos participantes para cancelar definitivamente o projeto.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Justiciabilidade dos direitos humanos e democratização da justiça, Terra, território e equidade sócio-espacial

Repórter Brasil | Expectativa de hidrelétrica aumenta ameaças a assentados

Tapajos - foto de Lilo Cloreto A relação entre madeireiros e agricultores familiares dos assentamentos do oeste do Pará vem se agravando devido aos planos de construção da Usina Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós, orçada em US$ 8,9 bilhões. O licenciamento ambiental da usina no rio Tapajós, um dos mais ricos em termos de flora e fauna na Amazônia, está suspenso desde o último dia 19 de abril pelo Ibama, órgão ambiental do governo federal.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Em defesa do Tapajós, indígenas entregam Carta à relatora da ONU

Indígenas e a relatora da ONU Lideranças indígenas do Alto, Médio e Baixo Tapajós se deslocaram, no início da semana, pela Transamazônica, até Altamira, onde entregaram uma Carta Denúncia para Victoria Tauli-Corpuz, relatora especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre direitos dos povos indígenas.

Arquivado em Notícias com as tags , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Grandes obras e aumento da violência contra mulher

MAB Considerada estratégica, a região do Tapajós, localizada no Sudoeste do Pará, tem tido sua realidade transformada com a chegada de novos projetos voltados para o que é considerado crescimento econômico do país. A construção de portos, rodovias e hidrelétricas - como do Complexo Hidrelétrico do Tapajós - altera o cotidiano e o futuro de moradores e moradoras da região - principalmente das mulheres.

Arquivado em Notícias com as tags , , , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos

Abaixo-assinado | Pelos Direitos dos Povos do Tapajós, Não à Barragem no Tapajós

munduruku.passeata_agosto 2013 Marcadas por sucessivas violações de direitos humanos, as construções de barragens no Brasil provocam impactos sociais tão irreversíveis quantos os ambientais. As obras do Complexo Hidrelétrico do Tapajós, no Pará, pretende efetivar a construção de nove usinas no Oeste do Pará, impactando diretamente 32 comunidades tradicionais, entre quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, extrativistas e cerca de dois mil quilômetros de território indígena, principalmente da etnia Munduruku.

Arquivado em Notícias com as tags , , ,

Em Brasília, lideranças indígenas do Tapajós cobram demarcação de Terras Indígenas e efetivação de políticas públicas indigenistas

(foto Auriene Arapium) (1) Desde o dia 14, 26 representantes do Baixo, Médio e Alto Tapajós estiverem reunidas com órgãos do governo federal, em Brasília. Pautas como saúde, educação e demarcação de terras indígenas foram levadas.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Conflitos e Violência atingem povos indígenas e comunidades tradicionais

índios Guarani O número de conflitos no campo em 2013 apresentou um pequeno recuo em relação a 2012.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

O Globo | Chefe munduruku vai a Washington denunciar projeto de usinas no Tapajós

Josias Munduruku, lider dos guerreiros mundurukus. O chefe Josias Manhuary Munduruku ressalta que as 118 aldeias mundurukus têm que ser ouvidas

Arquivado em Sala de mídia com as tags , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Carta Capital | Hidrelétricas: energia pra quê e pra quem?

MAB 3_Marcelo Camargo_ABr A lógica do "desenvolvimento verde" muitas vezes é mais conservadora que as ideias difundidas pelo regime ditatorial brasileiro

Arquivado em Sala de mídia com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial

Hidrelétricas na Amazônia e dois graves delitos da Justiça: omissão e leniência

Hidrelétricas “Nós, índios Juruna da Comunidade Paquiçamba, nos sentimos preocupados com a construção da Hidrelétrica de Belo Monte. Porque vamos ficar sem recursos de transporte, pois aonde vivemos vamos ser prejudicados porque a água do Rio..."

Arquivado em Notícias com as tags , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar

Atingidos pelas barragens do Pará fazem cobrança a ministro

JOKA9630_Encontro Nacional 2013 MAB exige cancelamento dos projetos e a retirada da Força Nacional do Tapajós, no Pará.

Arquivado em Notícias com as tags , , , , , , ,
Linhas de atuação: Terra, território e equidade sócio-espacial