Biblioteca

Valdir Misnerovicz

STJ define que militância no MST não se configura como participação em organização criminosa

presos políticos mst Na tarde desta terça-feira (18), o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) julgou o habeas corpus dos presos políticos goianos do MST, militantes da Reforma Agrária: o geógrafo Valdir Misnerovicz e o agricultor Luiz Batista Borges, encarcerados há quase seis meses; e Natalino de Jesus e Diessyka Lorena, exilados.

Arquivado em Notas, Notícias com as tags , ,
Linhas de atuação: Política e cultura dos direitos humanos, Terra, território e equidade sócio-espacial