Acervo / Vídeos



Titulação para a organização da vida das comunidades


Psicóloga, docente e coordenadora do Núcleo Santarém da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO), Lívia Arrelias falou à reportagem da série especial quilombola Na raça e na cor sobre o impacto da não titulação na vida das comunidades quilombolas e a importância da auto-organização quilombola, com foco nas experiências das mulheres. Assista:

 



Notícias Relacionadas


31/03/2017  •  Defensores e Defensoras de Direitos Humanos +

Artigo | A violência de gênero nas lutas das mulheres

24/03/2017  •  Quilombolas +

Toda mulher quilombola é sinônimo de resistência
Por Dayse Porto

Editora


Ações: Quilombolas
Eixos: Terra, território e justiça espacial