Notícias / Notícias



Plataforma DHesca divulga nota de repúdio ao Governo do Paraná


A Plataforma de Direitos Humanos – Dhesca Brasil –  rede formada por 39 organizações da sociedade civil - inclusive a Terra de Direitos - que desenvolvem ações de promoção, defesa e reparação de direitos humanos emitiu nessa quinta-feira (30) uma nota de repúdio ao Governo do estado do Paraná pela ações violentas contra os servidores do Estado.

Durante a manifestação de professores, servidores e estudantes que estavam em frente a Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) no Centro Cívico, em Curitiba, foram violentamente agredidos. Dois mil policiais foram remanejados para garantir a votação do projeto de lei que altera a previdência dos funcionários públicos do Paraná – a ParanaPrevidência. 

Usando bombas de efeito moral, jatos de água e balas de borracha, a Polícia Militar deixou mais de 400 feridos, segundo informações da APP, Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná, e tratou com truculência milhares de educadores do Paraná. 

A Plataforma DHesca e a Terra de Direitos repudiam a ações do Governo do Estado e da Polícia Militar, e estão acompanhando o caso para que as autoridades sejam responsabilizadas pelos atos de violência cometidos.

Nota de repúdio ao Governo do Paraná pela ação violenta contra servidores do Estado

Fonte: Plataforma DHesca

Foto: Leandro Taques

A Plataforma de Direitos Humanos – Dhesca Brasil, rede que reúne quarenta organizações da sociedade civil brasileira, repudia com veemência a ação violenta cometida pela Polícia Militar do Paraná nesta quarta-feiras (29) contra professores e servidores públicos de outras categorias que se mobilizavam contra a ameaça a direitos.

A ação truculenta - que se desenrolou com as ordens do Governador do Estado e do Secretário de Segurança Pública para uso da força policial com bombas de gás lacrimogênio, spray de pimenta, cães e balas de borracha - resultou em aproximadamente duzentas pessoas feridas.

A Plataforma de Direitos Humanos, juntamente com outras organizações de Direitos Humanos do Paraná, está acompanhando os desdobramentos do ocorrido e irá encaminhar denúncia ao Conselho Nacional de Direitos Humanos e outros órgãos federais e estaduais no intuito de que as autoridades sejam responsabilizadas pelos atos de violência e de graves violações de direitos humanos. A Plataforma é uma das entidades representantes da sociedade civil no Conselho.

TODA SOLIDARIEDADE ÀS/AOS PROFESSORAS/ES E DEMAIS SERVIDORAS/ES!
Plataforma de Direitos Humanos – Dhesca Brasil

Expediente
Secretaria Executiva
Maria Teresinha Ritzmann: secretaria@plataformadh.org.br
Anderson Moreira: comunicacao@plataformadh.org.br



Ações: Defensores e Defensoras de Direitos Humanos