Complexo Hidrelétrico Tapajós | Oeste do Pará

Rio Tapajós_ Foto Ramon Santos As águas dos rios Tapajós e Jamanxim estão na mira de projetos hidrelétricos do governo federal e de grandes empresas. O chamado “Complexo Hidrelétrico Tapajós” prevê a construção de sete usinas ao longo dos dois rios, no Oeste do Pará, impactando diretamente 32 comunidades tradicionais, entre quilombolas, ribeirinhos, pescadores artesanais, extrativistas e cerca de dois mil quilômetros de território indígena, principalmente da etnia munduruku.

Desde 2009, o escritório da Terra de Direitos de Santarém, atua na defesa das comunidade tradicionais que podem ser afetadas com o Complexo, junto de outras organizações e movimentos sociais. Esse Complexo Hidrelétrico é um conjunto de cinco grandes hidrelétricas previstas para a bacia do rio Tapajós  e Jamanxin. É mais nova frente hidrelétrica do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) na Amazônia que se liga ao Plano IIRSA (Iniciativa de Interregional Sul América), que consiste na integração econômica da América do Sul, do Atlântico ao Pacífico com rodovias, hidrovias, ferrovias, eletricidade e telecomunicações para benefícios dos grandes grupos econômicos. No dia 23 de setembro de 2008, a Eletrobras lançou o edital do projeto da criação do complexo.

O conjunto das hidrelétricas tem como novidade a criação de uma “plataforma”, semelhante às de exploração de petróleo. Segundo as informações do PAC, a adoção de “usina plataforma” dispensaria a construção de grandes canteiros de obras, alojamentos ou vias de acesso. Essa usina terá potência de 10.680 MW e volume de energia firme de 5.816 MW médios -1.600 MW médios. Toda essa força deverá inundar mais de 200 mil hectares, envolvendo unidades de conservação como o Parque Nacional da Amazônia, terras indígenas, comunidades ribeirinhas, áreas de colonização e terras públicas em processo de regularização fundiária. As áreas afetadas são cortadas pela BR-163, uma das regiões onde mais se concentra o desmatamento nos últimos anos.

>> Ficha técnica

Complexo hidrelétrico na bacia do Rio Tapajós

>> Notícias da Terra de Direitos sobre o caso

19/02/2015 - Artigo | Obras portuárias e impactos sociais no Tapajós: interesses econômicos e a obscuridade de informações

10/09/2014 – Índios Munduruku vão definir formato e prazos de consulta sobre usina no Tapajós

08/05/2014 – Movimentos sociais e comunidades criticam  estudo ambiental da Eletrobras para hidrelétricas no rio Tapajós

20/03/2014 - Comunidades atingidas por projetos hidrelétricos no Oeste do Pará não querem ser a próxima Belo Monte

01/11/2013 - Seminário no Baixo Tapajós/PA reafirma resistência contra hidrelétricas

28/08/2013 - Santarém/PA – Audiência Pública “Hidrelétricas no Tapajós: Perspectivas e Impactos”

27/03/2013 - Projetos para construção de hidrelétricas no rio Tapajós intensificam violações de direitos no Oeste do Pará

18/03/2013 - Seminário discute modelo de desenvolvimento e violações de direitos humanos na Amazônia

25/11/2012 - Justiça veta emissão de licença para hidrelétrica de São Luiz do Tapajós por descumprimento de legislação

05/11/2012 - CPT denuncia ameaças de morte contra os que se opõem ao Complexo Hidrelétrico do Tapajós

30/10/2012 - Encontro reúne comunidades tradicionais prejudicadas pela construção do complexo hidrelétrico do Tapajós

28/09/2012 - MPF questiona Usina Hidrelétrica prevista para o rio Tapajós por atropelar licenciamento ambiental e não consultar ribeirinhos e indígenas

20/04/2012 - Oficinas sobre Direitos Humanos buscam fortalecer a luta das comunidades tradicionais no Oeste Paraense

09/11/2011 - Comunidades do Pará discutem impactos do Complexo Tapajós

 

>> Atuação da Terra de Direitos no caso

14/03/2014 – Atingidos discutem projetos de desenvolvimento para o Tapajós

 

>> Acervo

11/12/2013 - Nota: Hidrelétricas na Amazônia e dois graves delitos da Justiça: omissão e leniência

01/04/2013 - Nota Pública: Em defesa da luta das comunidades e povos indígenas em face da imposição de projetos de desenvolvimento na Amazônia

08/02/2011 - Carta para Dilma Rousseff: Em Defesa dos Rios Amazônicos 

 

>> Repercussão nos veículos de comunicação

26/03/2014 – O Globo: Chefe munduruku vai a Washington denunciar projeto de usinas no Tapajós

13/12/2013 - Carta Capital: Hidrelétricas: energia pra quê e pra quem?

01/08/2013 – MPF: MPF recomenda suspensão do licenciamento do projeto hidrelétrico de Cachoeira dos Patos

03/04/2013 - Brasil de Fato: No caminho do “progresso”

30/07/2012 - Valor Econômico: Projeto para megausina ameaça bacia do Tapajós

Arquivado em Casos emblemáticos com as tags , , , , , , , , , , ,
Linhas de atuação: Biodiversidade e soberania alimentar