Notícias / Notícias



Livro sobre violência contra quilombolas é lançado em Santarém


Atividade aconteceu durante a Semana da Consciência Negra da Universidade Federal do Oeste do Pará, que continua até sexta (23)

(foto: Arthur Azulino Fotografia)

Organizado pela Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras e Rurais Quilombolas e a Terra de Direitos, em parceria com o Coletivo de Assessoria Jurídica Joãozinho de Mangal e a Associação de Advogados de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais da Bahia (AATR), o livro “Racismo e violência contra quilombolas no Brasil” foi lançado em Santarém nesta quarta-feira (21), durante a VII Semana da Consciência Negra na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

A publicação sistematiza violações decorrentes de criminalizações, ataques, ameaças e violências (incluindo assassinatos) entre 2008 e 2017 e suas relações com os quilombos e territórios quilombolas – possibilitando a identificação de estados e regiões atingidos, dos tipos de conflito, dos agentes violadores e das fases do processo de regularização fundiária do território tradicional. Baixe aqui o documento na íntegra.

Participaram da mesa de debates do lançamento a assessora jurídica popular Layza Queiroz Santos (Terra de Direitos), Lídia Roberta de Matos Amaral (Federação das Organizações Quilombolas de Santarém), José Henrique de Jesus Pinto (Coletivo de Estudantes Quilombolas – CEQ) e Antonio Bispo dos Santos (Mestre do saber e liderança quilombola do Estado do Piauí). Entre os temas debatidos, tiveram destaque o aumento da violência contra a mulher nas comunidades e o lugar dos negros e negras nas universidades no sentido de recontar a história do povo negro e suas resistências.

(foto: Arthur Azulino Fotografia)

Na terça-feira, dia 20, Dia da Consciência Negra, a programação começou com a participação da Escola Afro-Amazônida da comunidade Murumuru, com a Banda Afro, seguida da palestra da professora Cássia Maciel: “Ações Afirmativas e antirracismo: negritude e resistência na Universidade”.

Na quarta, também começaram as oficinas e os minicursos que destacam diversos temas ligados aos discursos da identidade negra, literatura, histórias, economia, saúde, entre outros, todos ligados à cultura negra.

A programação da VII Semana da Consciência Negra na UFOPA, que neste ano tem como tema “Negritude, poder e resistência – negros e negras, ocupem os espaços!”, continua até sexta-feira (23) no campus Rondon de Santarém.  Confira a programação.

 



Notícias Relacionadas




Ações: Quilombolas